terça-feira, 14 de novembro de 2006

Outono


Há no firmamento
Um frio lunar.
Um vento nevoento
Vem de ver o mar.
Quase maresia
A hora interroga,
E uma angústia fria
Indistinta voga.
Não sei o que faça,
Não sei o que penso,
O frio não passa
E o tédio é imenso

Autor: Fernando Pessoa

5 comentários:

Vida disse...

Maria, quanta coincidência entre nós, Marias, gosto pela fotografia, parabéns pelas tuas, temos de nos conhecer e se calhar conhecemo-nos...
Agradeço as tuas palavras e desde já te convido para estares na Galeria do Teatro Micaelense no dia 18 às 18h para a inauguração.
A Rocha da Relva é um lugar que ainda não conheço, temos de combinar um dia para me levares lá abaixo.

Beijinhos.

aprendiz de viajante disse...

Ainda não conheço... talvez um dia destes:)))

Um bjinho e bom Domingo

vaskito44 disse...

Obrigado pelo seu comentário e por haver visitado a nossa exposição. Entre em contacto connosco quando quiser. Dia 22 abalamos para a Terceira.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

O comentário anterior é do ESCRIBA!
Vaskito

Maria Costa disse...

Bela escolha.

Abraço,

Maria Costa