sexta-feira, 24 de novembro de 2006

Se tu viesses


Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,
A essa hora dos mágicos cansaços,
Quando a noite de manso se avizinha,
E me prendesses toda nos teus braços...

Quando me lembra: esse sabor que tinha
A tua boca... o eco dos teus passos...
O teu riso de fonte... os teus abraços...
Os teus beijos... a tua mão na minha...

Se tu viesses quando, linda e louca,
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo
E é de seda vermelha e canta e ri

E é como um cravo ao sol a minha boca...
Quando os olhos se me cerram de desejo...
E os meus braços se estendem para ti...

Autora: Florbela Espanca

7 comentários:

Niki Apocalypse disse...

tens 32 anos???

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Olá Maria Helena!!!

Ontem chovia canivetes e muitas placas de aço riscavam os céus de tua ilha... Nem por ouro daria para irms ao nosso café, mas cá estarei por mais uns dias e poderemos remarcar tudo novamente!!! Sem problemas!!!

Obrigada mais uma vez!!!
Beijinhos,

Cris

o alquimista disse...

Olá Maria, obrigado pela tua visita...o teu espaço é um encanto e aqui voltarei com muito gosto...

Terno beijo

aprendiz de viajante disse...

... "fotos giras" ... não mais do que as tuas!!!

Obrigada pelas palavras no livro de visitas, gostei muito.


Em breve publicarei umas fotos parecidas com esta... a rocha acho que é a mesma! É muito bonita, não é?


Um bom fds.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Oi Maria!!!

Vim te agradecer pela companhia agradável de ontem e para te dizer que te enviarei as fotofrafias pelo correio eletrônico.
Eu te anexei em minha seletíssima lista de msn e me encontrarás como riscadagua@hotmail.com
Já te enviei o convite e é só aceitares do outro lado e quando me vires online, me chame.

Boa sorte para ti e toda a tua família nesse novo ano, com muitas coisas boas e concretizações sonhos.

Beijinhos,
Cris

Guida disse...

Lindo poema!!!!!!!!
Na minha bagagem bem seleccionada, pois nao poderia trazer comigo tudo o que gostaria, trouxe um livro de poemas de Florbela Espanca e ja serviu de materia para um trabalho de escola dos meus filhos, aqui no Brasil!!!!!!!!

margarida disse...

olá
estas fotos são muito inspiradoras.
Este poema de Florbela Espanca é um dos meus favoritos.
Adorei teu blog
beijinhos da guida