quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Há palavras

Há palavras que nos beijam
como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança.
De imenso amor, de esperança louca!
Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.
De repente coloridas
Entre palavras sem cor
Esperadas, inesperadas
como a poesia ou o amor!

Autor: Alexandre O'Neill

7 comentários:

Vida disse...

Palavras doces que todos gostamos de ouvir, eu gosto.

Um bom fim de semana Maria e beijinhos para todos.

Chama Violeta disse...

Procura-se um amigo/a...

Não precisa ser homem,mulher:
basta ser humano, basta ter sentimentos,
basta ter coração.

Precisa-se de um amigo/a que diga
que vale a pena viver,
não porque a vida é bela,
mas porque já se tem um amigo.

Bom final de semana!!!!

antonior disse...

Olá Maria!

Infelizmente não posso visitar-te tanto como desejo, mas quando venho vejo tudo o que editaste desde a minha última passagem. Sublime o poema da Natália C. Superlativo este O'Neill que me acompanha há muito.
Continua a absorver boa poesia para alimentar a tua sensibilidade, e....escreve, escreve, e.....coloca nos posts.

Beijinhos

aprendiz de viajante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
aprendiz de viajante disse...

Obrigada pelas visitas...

Não tenho viajado quase nada pela globosfera, a minha presença neste mundo virtual resume-se a um ou dois posts por semana e um ou outro comentário de agradecimento! Estou mesmo sem tempo...

Mas "roubei" este bocadinho para te desejar um bom fds!

Gostei mto da foto!Tens alma de artísta!

Elsa

Maria disse...

Há palavras... apenas....

Xuinha disse...

Esta foto está linda!
Faz-me lembrar umas que tirei em Novembro, muito parecidas.

Uma beijoca grande